Transmissão ao vivo das sessões ordinárias: Segundas-feiras, às 19h.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Denúncia

 
Vereadores pedem que MP averigue possível contaminação em córregos de Mandaguari
 
12/07/2019

            Os vereadores da Câmara de Mandaguari, Luiz Carlos Garcia e Sebastião Alexandre, protocolaram no Ministério Público (MP) um pedido de averiguação de possível contaminação por esgoto sanitário sem tratamento e/ou rejeitos industriais em córregos da cidade. Um relatório com indícios de despejos irregulares foi apresentado como prova da denúncia.

            Relatos de mau cheiro do córrego Juquiá e no rio Keller motivaram os vereadores a visitarem trechos próximos da cidade. Com apoio técnico de um engenheiro ambiental, que atuou de forma voluntária, foi possível identificar três pontos em que ocorre despejo de resíduos suspeitos – dois no córrego Juquiá (a cerca de 2 quilômetros do centro da cidade) e um no rio Keller (a quase cinco quilômetros do centro).

              O documento relata a presença de espuma na água, forte odor, além de alteração na vegetação local em contato com a corrente. Um dos pontos fica a poucos metros da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE 2) e Estação Elevatória de Água Tratada (EET 2) da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), que tem a concessão para o serviço de tratamento de águas e esgoto no município.

               Os vereadores esperam uma ação das autoridades para a constatação de possíveis irregularidades. A expectativa principal é sobre a realização de análises de laboratório para identificar a qualidade dos líquidos que estão sendo lançados na água.

            “O objetivo de todos é cuidar do meio ambiente e o papel do vereador é fiscalizar. A população falou que havia o mal cheiro e nós identificamos os canos que despejam líquidos suspeitos nas águas da região”, explicou o vereador Luiz Carlos Garcia.

              O vereador Sebastião Alexandre destacou que tão importante quanto identificar o problema é chegar até os responsáveis pela possível ação irregular. “A denúncia é importante pra identificarmos o mau cheiro constante em determinados pontos da cidade. É necessário, agora, a análise da água para sabermos a real situação da água”, disse.

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» Câmara de Mandaguari participa do Prêmio Gestor Público do Paraná
» Observatório Social de Apucarana conhece o projeto Lupa Legislativa
» Câmara tem contas de 2018 aprovadas pelo Tribunal de Contas
» Comissão da Saúde cobra informações sobre consultas especializadas
» Câmara de Mandaguari divulga edital de concurso público
» Vereadores discutem projetos de lei com prefeitos e secretários
VER TODAS